terça-feira, 23 de janeiro de 2018

FUNCEME PREVÊ MAIOR PROBABILIDADE DE CHUVAS ACIMA DA MÉDIA NO CEARÁ EM 2018.

Imagem de Senador Sá após a primeira chuva de 2018.
A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou, na manhã desta segunda-feira, 22, o prognóstico para a quadra chuvosa de 2018. A maior probabilidade é que o Ceará tenha chuvas dentro da normalidade para o centro-sul do Estado e acima da média no norte (onde estamos situado).

A probabilidade prevista pela Funceme é de 40% de chuvas acima da média histórica, 35% na média e 25% abaixo.
O prognóstico é para o primeiro trimestre da quadra chuvosa (fevereiro, março e abril).  Pela previsão, é possível que, na zona norte do Estado, chova 45% acima da média, 35% em torno e 20% abaixo. Já na zona sul, onde estão bacias importantes como as do Banabuiú e do Jaguaribe, por exemplo, é mais provável (45%) que chova em torno da média do que abaixo (35%) ou acima (20%). 
CUIDADO
Na coletiva de imprensa, enquanto os meteorologistas repetiam o alerta de 2017, de que as precipitações não devem ser bem distribuídas entre as zonas norte e sul do Estado, gestores reconheciam que os esforços para economizar água devem continuar.
“Uma coisa é chuva, outra coisa é aporte”, ponderou o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira. Ele lembrou que o Ceará está há vários anos sem recarga significativa nos açudes, que hoje têm 6,8% da capacidade.
No ano passado, quando choveu em torno da média, mas não muito sobre reservatórios estratégicos como Orós e Castanhão, o aporte total foi de 8% d’água. “Temos que aguardar se a chuva vem com intensidade. Se vier, pode ter uma boa recarga”, espera o presidente da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio Farias. 

Com informações do O Povo Online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, pode comentar!