sexta-feira, 17 de junho de 2016

AINDA SOBRE O ACIDENTE | DESABAFO DE UM CIDADÃO MASSAPEENSE.

O prefeito Antonio José, como é de praxe, quer se desculpar das merdas que faz na administração de Massapê através de um decreto de luto de dois dias. O mesmo acha que este ato hipócrita é uma demonstração de respeito. Respeitar o cidadão senhor prefeito é entregar o que é de direito deles. Aconselho a providenciar ônibus decentes, que pelo menos a porta fique fechado quando o ônibus estiver em movimento. Desafio à prefeitura a apresentar quantos ônibus que transportam estudantes possui uma única porta que preste. Os universitários que o digam. É de conhecimento de todos os pneus carecas, ônibus no prego, sucateados... Mas vamos ter calma, são de seus amigos ou da própria prefeitura. O decreto pode demonstrar qualquer coisa menos respeito aos familiares da estudante.

Deixar as crianças mais dois dias sem aula, não vão trazer a vítima de volta, mas pelo menos que se concerte essa frota de “sucatas” que transporta os estudantes diuturnamente. Esse comportamento não passa de uma estratégia diabólica para tentar acalmar os familiares dessa pequena vítima. Até mesmo porque o prefeito sabe que isso não foi acidente. Foi um crime cometido por sua péssima administração, crime que se repete a mais de três anos. A aluna não foi vítima de um acidente, mas de um crime.
O maior surto de sarampo do Brasil em 2014, aconteceu aqui. Foi acidente também??? Falta tudo na saúde, você acha que é acidente??? A cidade um caos foi acidente???
Sei que a família necessita de consolo neste momento, contudo, somente Deus, seus familiares e amigos próximos podem dar. Eu fico com a outra parte, mostrar que foi um ato criminoso.
Os pais entregam uma princesa à prefeitura, mas recebem de volta um caixão. Espero que a família não se ofenda com minhas palavras, não é esta minha intenção. As demais pessoas que não são da família pouco me interessa se alguém ficou ofendido. Peço que se ofendam com o desespero que a cidade vive.”

Texto retirado do facebook de Adrian Marcio Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, pode comentar!