sexta-feira, 8 de julho de 2016

ECONOMIA | CONSEGUIR AUXILIO DOENÇA OU APOSENTADORIA POR INVALIDEZ FICARÁ MAIS DIFÍCIL, DIZ GOVERNO

Todos nós conhecemos alguém, que de alguma forma julgamos injusto o recebimento do auxílio doença e/ou até aposentadoria por “invalidez”, né mesmo?

Pois é. O governo interino divulgou na última segunda feira (7) que tornará mais rígida a concessão do auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. As mudanças devem ser feitas por meio de medidas provisórias (MP) e devem ajudar o governo a economizar um bom cacal, a estimativa do governo é reduzir em 30% os auxílios-doença e 5% das aposentadorias por invalidez, uma economia em torno de R$ 6,3 bilhões, segundo a Casa Civil. As principais mudanças propostas foram:
1.   Fazer revisões periódicas dos benefícios;
2.   Suspensão automática do auxílio-doença depois de 120 dias (4 meses), nos casos em que um prazo de duração não tenha sido fixado.

OUTRA MUDANÇA:
O governo afirmou também que irá rever imediatamente o auxílio-doença de 840 mil pessoas, concedidos há mais de dois anos.
A partir de agosto, os beneficiários devem começar a ser chamados, isso mesmo, “chamados”, para passar por novas perícias e saber se poderão continuar recebendo o benefício.
O governo afirma que que as pessoas que recebem o benefício há mais tempo devem ser chamadas primeiro para a reavaliação médica.
OUTRA

Pelo menos, 3 milhões de aposentadorias por invalidez, concedidas há mais de dois anos, serão revistas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, pode comentar!