segunda-feira, 17 de outubro de 2016

O PODER DAS AMARRAS! O LIVRO QUE TODO SENADORSAENSE DEVERIA LER.

“O poder das amarras” livro publicado em 1997, de autoria de Francisco Ésio de Souza, senadorsaense ou pitombeirense, pois quando nasceu nossa cidade ainda era distrito chamado de pitombeiras, nasceu aqui em 24 de setembro de 1935.

Viveu em pitombeiras até os seus 12 anos, daqui partiu rumo a Fortaleza para estudar. Na capital concluiu seus estudos primários e ingressou na UFC em 1958 no curso de agronomia, sendo, segundo o próprio relata em seu livro, o primeiro agrônomo senadorsaense.
O pitombeirense trabalhou no banco do Nordeste, na Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) nos estados de Recife e Pernambuco, foi inclusive secretário de agricultura do Estado do Ceará.
No livro ‘o poder das amarras’ o autor usa como pano de fundo para seu romance (fictício), a Pitombeiras, atual Senador Sá, o autor usou de suas memorias de infância, principalmente das histórias por ele ouvidas quando criança, oriundas das criações do imaginário popular - as superstições -  para ilustrar o enredo, percebido na forma como o autor deu vida ao cururu-do-enjeitado. No livro também, o autor usa da história para expor suas conclusões sobre a casa de pedra, no ‘olho d’agua dos picos’, no romance a fala é atribuída a um padre. Percebe-se no romance a presença da biografia narrada em primeira pessoa do próprio autor, que é personificado na pessoa de Ângelo, visto que apresenta conhecimento sobre solo, animais, seca e forma de combate à seca, etc. É possível ver também no livro, o ponto de vista do autor sobre as formas de combate as secas, intrinsicamente o autor chegar a afirmar que a educação é a chave para uma boa convivência com o semiárido nordestino, uma vez que percebemos, através dos pontos mostrado, que é o fator cultural - para não dizer a falta de educação - as amarras que impedem o nordeste de prosperar. Há também nas entrelinhas do livro, uma crítica ao nordestino, em especial ao cearense, para não dizer a nós, quanto ao uso da agua e das riquezas naturais e da preservação do patrimônio históricos, no livro de forma camuflada o autor transparece o desejo de preservar a casa de pedra, propondo através de um dos seus personagens, a criação de um balneário no olho d’aguas dos picos. Deixa também nítido seu desejo de que é preciso encontrar um caminho para melhor se aproveitar as aguas do açude tucunduba, segundo ele apenas a evaporação consume a agua.
No mais o livro que inicia e termina em pitombeiras, retrata sua vida e suas passagens por vários estados e regiões do Ceará.
O livro “ o poder das amarras” é um bom passa tempo, além de enriquecer o conhecimento sobre nossa terra. Recomendo a todos! Minha leitura foi feita no olhar histórico, mais há muito a ser analisado no livro.
Por Robson Yguana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, pode comentar!