quarta-feira, 25 de março de 2020

SENADOR SÁ | CORONAVÍRUS É PROBLEMA IMINENTE E REAL, PORÉM, AS COISAS AINDA PODEM PIORAR.

 É o que mostra o último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) realizado no período de 16 a 20 de março deste ano no município de Senador Sá. De acordo com o levantamento, Senador Sá está com índice de 7,4%, considerado pelas autoridades de saúde, um índice altíssimo, beirando aí a iminência de um surto de doenças como, Dengue, Zika e Chikungunya.

De acordo com o coordenador das endemias de Senador Sá, Sr. Moisés Arruda, a situação é muito preocupante, pois se soma à problemática do coronavírus (COVID-19) que vem superlotando os hospitais, e que de acordo com os especialistas,  se não for controlado pode vir a causar um colapso no SUS, “Deus defenda, mas com um índice desse, se alguém adoecer nós vamos ter um problema sério, tão sério, óilá(sic) se não for pior que o coronavírus” disse Moisés.
Moisés explicou também que o índice pode ser ainda maior nos meses que se seguem, pois “geralmente esse índice aumenta em fim d’agua (fim da quadra invernosa) e estamos praticamente no meio do inverno e o índice já é o dobro do que estávamos prevendo” pontuou. O coordenador enfatizou que tudo depende, agora mais do que nunca, da população, que precisa fazer a sua parte para a não proliferação do mosquito, “evitando águas paradas em recipientes descobertos, entre outras medidas que todos nós já conhecemos, e combater de imediato aquela cabecinha de prego (larva) que está no recipiente, essa é a forma mais rápida que temos para desarmar essa bomba-relógio”, concluiu Moisés.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é seu, pode comentar!